Rondônia ganha destaque entre os 10 melhores cafés conilon do Brasil

News3

                              É cada vez mais notório o reconhecimento da qualidade do café de Rondônia entre os melhores do país. O avanço da produção do café conilon no estado e os esforços para mostrar a potencialidade da bebida são agora recompensados com a abertura do mercado para o mundo. Selecionados entre os dez melhores do Brasil, três amostras de café de produtores de Rondônia serão degustadas pelos maiores compradores do mundo e um deles pode levar o título de coffee of the year 2017.

Mais de 230 amostras de cafés foram inscritas para concorrer ao Coffee of the Year 2017, evento que reúne amostras nacionais de café enviadas por produtores de todo o país para serem provadas e avaliadas por classificadores nacionais e internacionais. Desses, foram selecionados 150 café arábica e 10 robusta/conilon para ser degustados e escolhido o campeão de 2017 durante a Semana Internacional do Café (SIC) que acontece de 25 a 27 de outubro, em Belo Horizonte-MG.

Pelo terceiro ano consecutivo, Rondônia participa com estande na SIC, levando, em parceria com o Sebrae, os cafeicultores vencedores do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café (Concafé). O concurso, realizado pelo governo de Rondônia por meio da Emater-RO, Seagri e Idaron, em parceria com a Embrapa, Sebrae e Câmara Setorial do Café, tem permitido aos cafeicultores aperfeiçoarem a sua produção com inserção de tecnologias para atenderem às exigências do mercado nacional e internacional.

Com isso, ganha o produtor que agrega valor a seu café, agora com mais qualidade e atingindo o nível de competitividade com os melhores cafés do país e o estado, que ganha visibilidade com uma produção de excelência em cafeicultura da espécie canéfora.

CAFÉ ROBUSTA
Com o investimento na lavoura cafeeira, Rondônia, cuja maioria dos pés de café plantados pertence à espécie canéfora, vem ganhando notoriedade e mostrando que o café robusta, o patinho feio da família do café, pode se transformar em um belo cisne.

Por razões históricas e preferências de mercado, o café arábica se tornou a bebida mais consumida e melhor apreciada, enquanto o canéfora/robusta, para agregar valor à matéria-prima, limitava-se a fazer parte do café solúvel, entretanto, nos últimos anos esse conceito de que o café robusta não serve para bebida está mudando. Os investimentos feitos no material genético para garantir a qualidade e treinamento de degustadores para distinguirem o sabor do robusta e diferenciá-los, como é feito com o arábica, têm contribuído para apreciação da bebida.

Para ser classificado o café tem que ser gourmet e estar acima de 80 pontos da classificação da SCAA.

Conquistando espaço a cada ano, o robusta vem sendo apreciado e ganhou espaço na Semana Internacional do Café. As dez melhores amostras selecionadas participarão da sala Cupping e Negócios do evento, desses três são de Cacoal: os irmãos Anerlei Sergio Kalk e André Kalk e Tiago Novaes Duarte, do sítio cafezal 2. Nessa sala as bebidas são provadas por classificadores e compradores nacionais e internacionais. ?É uma grande conquista para o estado que ganha reconhecimento com um produto de nível tão alto?, diz o extensionista da Emater-RO, Janderson Dalazen.

O extensionista explica que para ser classificado e ficar entre os finalistas tem que ser um café especial ou gourmet e estar acima de 80 pontos da classificação da SCAA, a Associação Americana de Cafés Especiais. Das dez amostras que serão degustadas na sala Cupping e Negócios, três serão escolhidas para participar do Coffee of the Year Brasil, que definirá o melhor café do ano.

Acesse aqui a lista dos melhores café arábica e robusta classificados para o Coffee of the Year 2017:

SEMANA INTERNACIONAL DO CAFÉ 2017
A Semana Internacional do Café é um evento que reúne todo o segmento da cadeia do café. Cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores estarão focados nas áreas de mercado e consumo, conhecimento, inovação, empreededorismo e negócios do café brasileiro.

Desde que iniciou o Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café (Concafé), Rondônia tem sido representada no evento com estande que, além dos parceiros do Concafé, conta com o apoio da Superintendência de Desenvolvimento (Suder) do governo de Rondônia.

Os quatro vencedores do concurso, Tiago Moraes Duarte, Nilton Marques de Lima e André Kalk, em qualidade da bebida, e Ronaldo da Silva Bento, campeão em sustentabilidade estarão participando do estande. ?É uma oportunidade que os nossos cafeicultores têm de ouvir palestras de profissionais renomados, conhecerem os caminhos para um café de excelência e trazer essa experiência para a sua lavoura?, diz Janderson. Além dos quatro campeões do Concafé nas categorias bebida e sustentabilidade, também estarão participando sete produtores do projeto Cafeicultura de Rondônia, do Sebrae.


Fonte: www.jiparanaaovivo.com.br

Compartilhe:

Deixe seu comentário