Campanha de vacinação contra gripe é antecipada em RO; idosos estão na lista de prioridade

Por ordem do Ministério da Saúde (MS), a primeira fase da campanha nacional de vacinação contra a gripe foi antecipada. Em Porto Velho, a aplicação das doses começa na próxima segunda-feira (23), conforme anúncio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) nesta sexta-feira (20).

Em coletiva de imprensa, a responsável Semusa, Eliana Pasini, e a coordenadora de imunização, Elizete Gomes, informaram que, nesse primeiro momento, serão vacinados idosos acima de 60 anos e profissionais da área da saúde.

A antecipação acontece para proteger as pessoas que estão mais vulneráveis ao contágio do Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Segundo a Semusa, todas as 50 unidades de saúde do estado receberão a vacina, tanto zona urbana quanto rural. Trinta mil doses serão disponibilizadas.

A estratégia idealizada pela Semusa para evitar a aglomeração nos postos de saúde será montar pontos de vacinação em escolas próximas as unidades. “Aos que estivem na fila a gente orienta que não conversem e quem se forem acompanhados seja apenas com um pessoa e não levem crianças”, pontuou a secretária.

Elizete Gomes explica que, ao imunizar uma pessoa contra H1N1, H2N3 e Influenza B, caso ela venha apresentar algum sintoma de gripe, serão de imediato descartadas.

“Como o coronavírus tem os mesmos sintomas das demais gripes, uma vez essa pessoa imunizada contra o H1N1, a gente descarta a possibilidade que seja alguma dessas gripes que ele já esteja vacinado. Caso contrário teríamos que verificar todas até chegar a um resultado”, disse.

A coordenadora garantiu que os idosos que estiverem em asilos ou acamados não precisam se preocupar, pois as equipes estarão atendendo nas residencias. Basta que o acompanhante do idoso deixe o nome da pessoa na unidade de saúde.

A vacina protege contra o H1N1, H2N3 e Influenza B, doenças que podem levar a morte. As salas de vacinação nas unidades atenderão das 8h às 18h. Já o Centro de Saúde Maurício Bustani, das 8h às 21h.

As etapas da campanha serão:

  • 1ª fase – a partir de 23/03: idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;
  • 2ª fase – a partir de 16/04: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • 3ª fase – a partir de 09/05: crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, adolescentes e jovens do sistema socioeducativo, presos, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Transmissão

A gripe é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório e é transmitida pelas secreções respiratórias, a partir de tosse ou espirros, e pode sobreviver algumas horas em diversas superfícies.

Os sintomas são febre alta, calafrios, tosse (que pode ser seca ou com expectoração), dor de cabeça, dor de garganta, cansaço, dor muscular e coriza.

Prevenção

  • Higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel, principalmente depois de tossir ou espirrar, depois de usar o banheiro, antes das refeições, e antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz;
  • Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas (corrimão, bancos, maçanetas etc);
  • Evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas;
  • Manter os ambientes ventilados e arejados;
  • Limpar com álcool superfícies e objetos que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos;
  • Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e demais objetos de uso pessoal;
  • Manter hábitos de alimentação saudáveis, com ingestão de líquidos e realização de atividades físicas.

Fonte: G1.Globo