Candidatas denunciam à polícia suposta irregularidade em prova de concurso em Vilhena, RO

Três candidatas denunciaram um provável indício de irregularidade na prova prática do concurso da Prefeitura de Vilhena (RO), região do Cone Sul. O exame foi aplicado no último fim de semana em uma instituição privada do município.

Segundo o boletim de ocorrência, as mulheres, que fizeram o teste para vaga de agente administrativo do executivo local, alegaram que os envelopes que receberam não estavam lacrados e que o material digitado não foi impresso na frente delas.

Além da suposta irregularidade, as candidatas revelaram que os fiscais não exigiram o documento comprovando a identidade dos candidatos antes da prova e que o uso de celular não foi controlado. As mulheres justificaram que registraram o caso na polícia por medida de segurança, caso haja favorecimento para alguém.

A Prefeitura de Vilhena e a empresa organizadora do concurso emitiram nota conjunta. No comunicado, afirmaram que foi pedido a identificação de todos os participantes e que o uso do celular foi proibido e alertado por fiscais da prova.

A empresa e a prefeitura disseram ainda que havia um texto único para todos os candidatos na prova de digitação e que a dinâmica seguiu dentro dos conformes.

Fonte: G1.Globo