CHORANDO, JULIETTE FALA PELA 1ª VEZ SOBRE DIAGNÓSTICO EQUIVOCADO DE ANEURISMA

Juliette foi a convidada do ‘Conversa com Bial’, da TV Globo, nesta terça-feira (8) e chamou a atenção dos fãs e telespectadores em geral ao revelar que foi diagnosticada com um aneurisma em 2021 – logo após lançar o primeiro trabalho como cantora.

Emocionada, a grande campeã do ‘BBB 21’ disse que nunca contou sobre esse momento difícil de sua vida pois ainda não estava preparada.

Juliette citou durante a entrevista que foi exatamente essa condição que causou a morte da irmã dela, Julienne, que tinha apenas 17 anos de idade.

A jovem não resistiu a um AVC causado por um aneurisma cerebral que se rompeu. Além dessa tragédia na família, a mãe delas, dona Fátima, também sofreu um AVC em 2019 e ficou com algumas sequelas.

Depois de vencer o ‘Big Brother Brasil 21’, ganhar o prêmio de R$ 1,5 milhão, milhões de seguidores nas redes sociais e ainda fechar muitos contratos publicitários e se lançar como cantora, Juliette descobriu que poderia nem viver para usufruir de tudo que estava acontecendo em sua vida – devido ao aneurisma recém-descoberto.

“Não falei porque não estava preparada para isso. Precisava me curar antes de me abrir. Minha mãe, além do AVC, tinha um buraquinho no coração, um forame, que era um dos meus propósitos de ganhar o Big Brother. E ela foi fazer essa cirurgia em São Paulo. Quando cheguei lá – eu já tinha feito outros exames no cérebro e não tinha dado nada – mas a doutora disse: ‘Vamos fazer um check-up’. E eu falei não”, contou Juliette para Pedro Bial.

Depois da cirurgia da mãe, Juliette decidiu aceitar a sugestão da médica e realizou os exames citados por ela. Foi em um dos exames que a profissional encontrou um suposto aneurisma cerebral em Juliette, igual ao que causou a morte da irmã dela.

Eu tinha certeza de que minha missão tinha sido cumprida, que o propósito era esse, declarou a paraibana emocionada. Segundo Juliette, ela recebeu a notícia logo após lançar seu primeiro EP e não podia demonstrar que estava triste, enquanto todas as pessoas comemoravam.

JULIETTE ESCONDEU DIAGNÓSTICO E SOFREU CALADA

“Foi quando lancei meu EP. Todo mundo festejando e eu engolindo a dor de saber que tinha o mesmo problema que minha mãe e minha irmã. As pessoas me pediam sorriso, foto, alegria, pediam que eu mostrasse minha vida, tudo… E eu não tinha nada. Só medo e aceitação”, afirmou.

O choque da notícia a levou a tentar aceitar e viver como se nada estivesse acontecendo.

“E ficava pensando que ninguém imagina o que o outro passa. Enquanto as pessoas estavam pensando no futuro, eu nem sabia se ia ter. E passei três meses sem querer saber disso, fingindo que nem tinha acontecido, que eu estava bem e que não tinha aneurisma”, declarou ela.

Segundo Juliette, foi após a morte de Marília Mendonça que ela foi convencida pelos amigos a procurar médico.

Não queria tratar, não queria operar, fazer nada. Queria que Deus cumprisse a missão… Aí eu estava na cama com meus amigos, e eles falando: ‘Vai fazer, Juliette’. Senti algo muito forte. A gente olhou o celular e foi no dia que a Marília Mendonça morreu. Aí todo mundo ficou chorando e disse assim: ‘Vamos fazer isso’. É muito ruim perder alguém assim. Liguei para o médico, relatou Juliette.

Após uma cirurgia, o problema simplesmente “sumiu” – nas palavras dela. Acontece que descobriram que tudo não passou de um grande equívoco e não se tratava de um aneurisma.

“Aí acordo e o médico diz: ‘Não tinha aneurisma. Todos tinham certeza, eu já estava escolhendo o tamanho da sua prótese’. É uma formação atípica, que raríssimas pessoas têm. Ele acredita que foi um caso em um milhão. Eu acredito que foi um milagre, porque minha vida é isso. Vivo de milagres. Estou aqui!, afirmou a cantora.

O vídeo com a entrevista de Juliette no ‘Conversa com Bial’ está disponível, na íntegra, no finalzinho deste texto.

No dia seguinte à exibição da entrevista emocionante de Juliette, ela tuitou: “Bom dia! Emocionada com a entrevista e com as palavras de vocês“. 

Veja:

O QUE É UM ANEURISMA?

Você sabe o que exatamente o que é o problema que Juliette achou que tinha? Aneurisma é uma dilatação anormal de um vaso sanguíneo causada pelo enfraquecimento das paredes de uma veia ou de uma artéria, sendo mais comum o aneurisma arterial.

O aneurisma pode ser causado por algum trauma ou doença vascular, mas também tem um componente genético importante.

“A dilatação é como uma ‘bexiga’ que se forma na parede do vaso e, conforme vai aumentando a pressão interna, pode romper e causar um AVC hemorrágico“, explicou a colunista Bruna Alves do portal ‘Uol’.

Esse problema normalmente é assintomático e só é descoberto através de exames de rotina. Quando o aneurisma se rompe a pessoa sente uma forte dor de cabeça, pode ter perda de movimentos, confusão mental e até entrar em coma.

Segundo o neurologista Feres Chaddad disse em entrevista ao ‘Uol’, existem duas hipóteses que podem ter acontecido no caso de Juliette.

Que o aneurisma tenha sido confundido com dobras de artéria ou uma variação anatômica. Já a segunda diz respeito ao infundíbulo, algo que era muito confundido com aneurisma no passado, embora seja apenas uma dilatação da própria artéria em sua base“, disse o médico.

Ainda de acordo com o especialista, os exames que podem detectar um aneurisma cerebral são: angioressonancia, angiotomografia e a angiografia cerebral digital.

Assista à entrevista de Juliette no ‘Conversa com Bial’, na íntegra:

Fonte: Revista.Cifras