DIRETOR QUE EXPULSOU SANDY E JUNIOR DE PROGRAMA NA TV PEDE DESCULPAS ANOS DEPOIS

Uma história contada por Xororó, pai de Sandy e Junior, no documentário ‘Sandy e Junior: A História‘, chamou atenção dos fãs da dupla e passou a ser bastante comentada. A série está disponível no Globoplay e o episódio em questão foi exibido pela TV Globo na tarde deste domingo (2).

veterano da música sertaneja disse que os filhos, ainda crianças, foram expulsos de um programa de TV por um diretor – cujo nome foi preservado.

Após a polêmica se instaurar nas redes sociais, o diretor responsável pelo ato resolveu falar sobre o assunto e pediu desculpas.

Marcelo de Nóbrega, filho de Carlos Alberto de Nóbrega e diretor da ‘Praça é Nossa’, no SBT, assumiu a culpa e revelou arrependimento pela situação.

No documentário, Xororó conta que Sandy e Junior foram expulsos do programa de TV porque estava com seguranças.

“Fala de mim, mas falar do meu filho não. Eu não perdoo, não. Tem umas mágoas do passado que não vão passar. O cara chegou e falou: ‘Peraí, por causa de Sandy & Junior tem segurança aqui? Aqui não tem bandido, pode sair todo mundo’”, contou o artista, revelando que os filhos saíram chorando do local.

Sempre calmo e educado, o sertanejo disse que “subiu o sangue” dele quando a esposa, Noely, ligou para relatar a situação.

“No dia em que eu fui na emissora pra fazer um outro programa, a pessoa estava lá. Eu chamei o segurança e falei: ‘fica perto de mim, segura a onda, porque esse cara vai levar uma porrada agora’”, disse.

O irmão de Xororó, Chitãozinho, achou a situação esquisita. No fim das contas, o pai de Sandy e Junior refletiu.

“Pensei: o que estou fazendo? Sou um artista também, não posso. Fiquei tão revoltado, porque o que ele fez, expulsar meus filhos de lá, são crianças, né? […] mexer com o filho da gente não pode. Você se agiganta, você vira bicho. Principalmente por esse tipo de coisa tem que dar a volta por cima, mostrar que você é bem mais do que aquela pessoa tá pensando que você é”, concluiu.

MARCELO DA NÓBREGA SE DESCULPA COM XORORÓ E SANDY E JUNIOR

Em entrevista ao site ‘Na Telinha’, Marcelo da Nóbrega confirmou que a história aconteceu e que foi ele o responsável por expulsar todas as pessoas do programa.

“Eles foram convidados por mim [para gravar ‘A Praça É Nossa’], inclusive, porque gosto muito deles, são muito queridos. Quando olho para fora, vejo chegando um ‘exército’ no SBT. Começou a entrar segurança atrás de segurança. Parecia que tinha chegado o presidente da República”, contou.

O diretor destacou que seguranças da gravadora Universal Music impediam que o elenco do programa de TV entrasse em seus próprios camarins.

Chegou a atrapalhar as filmagens, já que uma atriz não conseguiu ensaiar o texto porque o local estava bloqueado. Além disso, ele contou que os profissionais da Universal estavam “mexendo” com as mulheres que passavam.

Dessa forma, foi solicitado para que os seguranças deixassem o local, mas o funcionário da gravadora disse, nas palavras dele: “não quero saber, se os seguranças não ficarem, eles não gravam”.

“Ele me afrontou no meu programa, na emissora onde eu trabalho. Esse cara da gravadora foi o grande culpado. O meu sangue ferveu, fui proteger os meus artistas. Não precisava daquele exagero. Ele me enfrentou e eu o enfrentei”, disse.

Apesar disso, Marcelo da Nóbrega se arrepende da decisão e revela entender a reação de Xororó.

“Hoje, eu me arrependi do que fiz. Eu podia ter dado uma volta no quarteirão e contado até dez antes de gravar. Se eu pudesse voltar atrás, eu não faria, por serem dois artistas tão queridos quanto Sandy e Junior, porque eles saíram chorando de lá por uma grosseria de um profissional da gravadora que se achou mais importante do que o diretor e o apresentador do programa”, afirmou.

O diretor contou ainda que, na época, pensava em entrar em contato com Xororó para explicar a situação, mas que temia a reação dele.

“O responsável da gravadora não pensou em Sandy & Junior nem no Xororó”, concluiu.

Fonte: Revista.Cifras