Pelo segundo ano, Oscar não terá apresentador fixo

0
0

 

A cerimônia de premiação do Oscar será realizada pela segunda vez consecutiva sem um apresentador fixo. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (8/1) por Karen Burke, presidente da rede ABC, responsável pela transmissão oficial do evento nos Estados Unidos.

Burke explicou, durante um evento da TCA (Associação de Críticos de TV dos EUA), que a decisão foi tomada em conjunto com a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que entrega as estatuetas aos melhores do ano, após considerarem que a cerimônia sem um apresentador principal “funcionou no ano passado”, e por isso a estratégia seria repetida.

A decisão de realizar a cerimônia de 2019 sem apresentador não foi programada, mas consequência de circunstâncias. Originalmente, o evento seria apresentado pelo comediante Kevin Hart (“Jumanji”), mas ele desistiu em meio a uma controvérsia sobre comentários homofóbicos que havia feito no Twitter. Considerando a falta de tempo para realizar uma troca, os produtores realizaram a primeira edição do Oscar sem um apresentador principal em 30 anos.

Graças a essa iniciativa, o evento se tornou mais enxuto, com menor duração e seu nível de audiência subiu levemente em relação a 2018, atingindo quase 30 milhões de espectadores. O que não chegou a ser muito comemorado porque também foi a segunda audiência mais baixa da história da transmissão, superando apenas, justamente, 2018.

A 92ª edição do Oscar será realizada em 9 de fevereiro no Teatro Dolby, em Los Angeles, com transmissão ao vivo no Brasil pelos canais Globo e TNT. Este ano, a cerimônia não vai cair no carnaval, mas quem acompanha pela TV aberta não deve esperar uma (rara) transmissão integral, já que a Globo paga uma fortuna pelos direitos da premiação dos astros de Hollywood, mas tradicionalmente prefere exibir o Big Brother Brasil no horário.

Fonte: PipocaModerna

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here