Radialista Licomedio Pereira e Ademar Bispo cobram punição para suspeitos de crime ambiental

O jornalista Licomedio Pereira cobrou nesta segunda (10), apuração rigorosa para o caso que esta sendo tratado como "Pavoroso". A desova de animais na linha Gasoli em Ji-Paraná. Moradores relataram que a cada 300 metros é possível encontrar restos de animais.

 

Licomédio Pereira durante discurso em encontro do Solidariedade

A denúncia chegou ao jornalista Licomedio Pereira, da Rádio Planalto FM em Ji-Paraná, através das Redes Sociais. Segundo Pereira ele recebeu vídeos e fotos que mostram a barbaridade cometida com animais e com os moradores da região, que estão tendo que conviver com os restos de animais. Cerca de 25 animais entre cães adultos e filhotes teriam sido desovados na estrada rural conhecida como Linha Gasoli.

“Uma coisa das mais absurdas que eu já vi, uma crueldade sem fim. Alguns pilantras, ou um pilantra covarde, desovaram muitos animais. Cachorros, filhotinhos e alguns ainda com soro no corpo. Uma coisa absurda, um cenário de guerra animal. Uma covardia e sem contar o desrespeito com a população que mora no local por conta da fedentina.” Disse ele ao falar sobre o caso ao vivo no Programa Ji-Paraná Ao Vivo.

Para Licomedio o assunto precisa ser tratado como ele merece, e cobrou das autoridades responsáveis que investiguem e puna os responsáveis. “Nós não vamos nos calar! Não vamos cansar de cobrar. Eu quero chamar atenção da Polícia Ambiental, da Polícia Civil e do Ministério Público, pra que investiguem de onde partiu esses animais. Caixas cheias de filhotinhos de animais, uma covardia enorme, inacreditável.” Cobrou ele.

Filhotes de cachorros foram deixados em caixas e sacos de ração.

O Radialista Ademar Bispo, que co-apresenta o matutino, esteve no local da desova gravando imagens que foram exibidas em suas Redes Sociais. Segundo ele é vergonhoso o que viu. “Eu fiquei meio assombrado pelo fato de que um dos animais estava com mangueira de soro, ou seja ele foi medicado e estava em tratamento. Dentro do mato era muito cachorro espalhado. Tem animal perto da estrada dentro de saco de ração. Outros em sacos de lixo. Pra mim sem sombra de dúvidas são pessoas que não tem o mínimo de consideração com ninguém.” Falou ele.

As imagens gravadas pelo radialista foram postadas em sua rede social no facebook. DOCNEWS repostou o vídeo. Click no Link